Defesa de Direitos Humanos com foco principal na criança e adolescente

Posts marcados ‘Tuberculose’

Índice de tuberculose e aids entre moradores de rua alarma assessor dos Direitos Humanos

JB

Três representantes de órgãos do governo federal que participarão da audiência pública, hoje, no Rio disseram ontem ao Jornal do Brasil que a retirada da população de rua da cidade é a prioridade no momento. Assessor especial da Secre taria Nacionaldos Direitos Humanos (SNDH), Ivair Santos afirma que o convênio entre União e Prefeitura deve reunir várias secretarias da área social do município.

População de rua é proble ma histórico no Rio, desde que o Rio é Rio. É campeã no índice de tuberculose e aids – alerta Ivair. – O problema não são os recursosa serem investidos, mas mudança de olhar para o problema e as secretarias de Saúde, Assistência Social, Tra balho, Educaçãoe Habitação terão que se engajar. A Secretaria Municipal de Assistência Social informa ter 67 abrigos para moradores de rua  – 37 da prefeitura e 30conveniados.  Mas diz que não pode prendê-los nas unidades, onde alguns acabam ficando.

COTIDIANO

– Uma rápida volta pelas ruas do Rio permite observar o grande número de sem-teto, às vezes reunindo famílias inteiras. Meta é mudar o quadro até 2014

 A secretaria diz ter convênioscom as secretarias de Educação, Saúde, Habitação, Trabalho. Para o coordenador geral de qualificação do Ministério do Trabalho, Ânderson Alexandre dos Santos, que também estará na audiência, “a hora de o Rio dar cidadania aos moradores de rua é agora”. – Esse problema está na nossa cara faz tempo. A realização da Copa e da Olimpíada é uma oportunidade ímpar para o Rio tirar esse cinco mil mendigos com a ajuda da União. Porém, segundo Ânderson, o Ministério do Trabalho só poderá atuar após a retirada dos mendigos da rua. –A maioria deles é viciada em drogas ou álcool. Nossa tarefa será qualificar essas pessoas após elas serem recolhidas a abrigos. Coordenador geral de políticas sociais do Ministério dos Esportes, LuizRoberto Araújo trata o assunto como prioridade. – Serão dois megaeventos e os olhos do mundo estarão voltados para o Rio. Por isso, precisamos tratar desse problema com o máximo de cuidado – alerta o coordenador

Quarta rodada do Desafio da Stop TB Partnership Facility para a Sociedade Civil.

Esta rodada irá fornecer fundos (entre US $ 5.000 – US $ 20.000) para a
comunidade baseada em organizações da sociedade civil, cujo trabalho
concentra-se em advocacia e mobilização social nos países afetados pela
tuberculose. Destina-se a fazer as vozes de comunidades vulneráveis afetadas
pela tuberculose ouvido pelos gestores políticos locais.

Além disso, os beneficiados ajudam a encontrar possíveis casos de tuberculose na
comunidade, encaminhá-los para centros de saúde para testes de TB e prestam
apoio social às pessoas em tratamento. Graças aos nossos doadores e parceiros, a Facilidade Desafio pode continuar a apoiar as atividades da sociedade civil destinadas a atrair maior atenção dos governos, pessoas vulneráveis e ao público em geral para a prevenção e
controle desta doença letal curável.

Aplicações com foco na advocacia, sensibilização e capacitação das comunidades para se tornar parte da solução na luta contra a TB são bem-vindos. Para obter mais informações e
orientações detalhadas sobre como preencher o formulário de candidatura, visite http://www.stoptb.org/global/awards/cfcs/ <http://www.stoptb.org/global/awards/cfcs/

Por favor, espalhar a mensagem. Convidamos todas as associações elegíveis e organizações comunitárias de base para aplicar antes de 08 de dezembro de 2010 por e-mail para: stoptbcfcs@who.int <http://br.mc521.mail.yahoo.com/mc/compose?to=stoptbcfcs@who.int

Com os melhores cumprimentos, 

Dr. Giuliano Gargioni

 Secretário Executivo.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: